Reading:
Índice de felicidade no trabalho: descubra como aplicar

Índice de felicidade no trabalho: descubra como aplicar

Mônica Santos
5 de março de 2015

Para boa parte dos trabalhadores, a segunda-feira é o pior dia da semana. Principalmente, por ser o primeiro de mais cinco que serão dedicados ao trabalho, devido a este fato é possível ver um baixo índice de felicidade no trabalho.
Desde a Revolução Industrial e o seu modelo de produção mecânica, trabalho e felicidade não são comumente associados. Diante dessa insatisfação, as novas gerações têm investido cada vez mais na criação de negócios próprios, mais criativos e abertos a um trabalho prazeroso.
Empresas que negligenciam a felicidade dos seus colaboradores correm o risco de ficar para trás. Para a psicologia, interesse, produtividade e foco estão ligados a uma mente feliz. E todo empresário sabe que essas são características essenciais para equipes que ajudam a tornar um negócio bem-sucedido.

O que é o índice de felicidade no trabalho?

É possível medir a felicidade? De acordo com o Programa das Nações Unidas, sim. Desde 1972, a organização criou o conceito de Felicidade Interna Bruta, um indicador que mede uma sociedade pelos fatores ligados à qualidade de vida.
No ambiente corporativo, o nível de satisfação dos colaboradores é avaliado pelo Índice de Felicidade no Trabalho. As melhores empresas para se trabalhar são indicadas por ele. Em 2016, o Airbnb foi uma dos líderes dessa lista, com um ambiente de trabalho descrito como “o mais colaborativo, inovador e excitante”, o que fez a empresa ganhar um destaque mundial por seus serviços.

Como medir o índice de felicidade?

O índice de felicidade no trabalho deve ser medido pelas empresas levando em conta a Qualidade do Ambiente de Trabalho e a Qualidade da Gestão de Pessoas. As ferramentas mais comuns para avaliar o ambiente corporativo são as pesquisas de satisfação, como a Happiness Canvas, um diagrama que tem como função ajudar pessoas a externalizarem seus sentimentos, com notas quem podem ir de 1 a 5 sobre diversos aspectos da empresa.

Como melhorar o índice de sua empresa?

Com o resultado em mãos, é possível criar novas estratégias para deixar colaboradores mais felizes e, consequentemente, mais motivados com o seu trabalho. Para empresas que desejam aumentar o seu índice de felicidade é possível seguir dicas simples como:

Integre o colaborador com a empresa

As empresas mais produtivas são as que integram os membros da sua equipe com todos os setores. Isso não significa exigir que eles trabalhem em funções que não as suas, mas que participem com sugestões e se identifiquem com o seu ambiente de trabalho.
Um colaborador se sente mais feliz quando concorda com a missão da organização, acredita na sua contribuição, se sente igual e bem tratado perante os colegas de trabalho e participa ativamente das decisões.

Seja um líder e não um chefe

Um líder é uma pessoa que transmite respeito e credibilidade sem recorrer à superioridade da sua posição em uma empresa. Pessoas que ouvem a opinião da sua equipe, cumprem promessas, são justas e imparciais nas suas decisões e assumem responsabilidades diante das situações boas, e também ruins, são capazes de garantir um alto índice de felicidade nos seus negócios.

Ofereça uma remuneração justa

Muitas empresas não se preocupam em oferecer uma remuneração justa ou igualitária, principalmente, para mulheres. Segundo pesquisa da ETALENT, profissionais bem remunerados se sentem mais felizes.
Quando um profissional recebe um salário baixo ou desigual para a sua função ou atividades, ele se sente desvalorizado e dificilmente terá o empenho necessário para trabalhar bem.

Promova o crescimento profissional

Muitos profissionais se sentem infelizes por não conhecerem o seu próprio potencial ou não enxergarem possibilidades de crescimento em uma empresa. Sempre estimule o potencial da sua equipe, através de capacitação, cursos e oficinas. Esse é um investimento pessoal e também para o futuro do seu negócio.

Conheça os colaboradores

Mesmo com boas condições de trabalho, para muitos profissionais faltam outros aspectos nas empresas que também os motive. Muitos líderes possuem boas intenções, mas não sabem como ajudá-los. A dica principal é: pergunte!
Conhecer o seu colaborador é uma forma não apenas de aumentar a sua satisfação, mas também entender como o seu próprio negócio pode ser melhorado.
E você, acredita que os seus colaboradores apresentam um alto índice de felicidade? Curta a nossa página no Facebook para acompanhar os posts e compartilhar as suas dicas!



0 Comments

Deixe uma resposta

Related Stories

10 de outubro de 2016

Como dar feedback construtivo aos colaboradores sem gerar ressentimento?

24 de abril de 2016

Conheça as vantagens da gestão humanizada

Arrow-up