Reading:
Cultura da empresa: como criá-la?

Cultura da empresa: como criá-la?

15 de fevereiro de 2017

Toda nação é marcada por traços muito característicos. Pergunte a opinião de qualquer um sobre o comportamento de um cidadão inglês e provavelmente você escutará algo sobre a pontualidade. Um japonês, por outro lado, é lembrado pela paciência e seriedade. Enfim, são inúmeras características, gostos, formas de agir e de pensar que marcam as sociedades. E pode ter certeza: acontece o mesmo dentro da sua empresa.
Sua organização também possui uma cultura. Isso porque a cultura é algo inerente à vida em sociedade. Aprendemos a viver uns com os outros, adquirindo conceitos sobre o certo ou errado e o apropriado ou inapropriado. Assim, desenvolvemos o nosso modo de agir. Diante deste cenário, a empresa pode tomar duas posturas: deixar que a cultura se autorregule, ou tomar as rédeas e guiá-la para o caminho certo e que privilegie o bem comum!
É isso o que vamos falar nesse post! Saiba como definir a cultura da empresa!

Identifique a cultura da sua empresa

– Primeiro, você deve conhecer a situação atual. E como fazer isso? Simples, observando a organização em todos os seus níveis, principalmente o tático e o operacional.
– No nível tático, o que deve ser observado é o comportamento dos gerentes e o seu relacionamento com os colaboradores. Veja se eles definem o relacionamento pelo medo ou pela parceria, por exemplo. Além disso, verifique quais são as formas de comunicação utilizadas ― se é mais impessoal, por e-mails, ou mais pessoal, em reuniões ― e como essas gerências definiram a execução de processos. Tudo isso pode revelar um pouco sobre a cultura da sua empresa.
– Já o nível operacional é marcado pelo comportamento dos colaboradores. Será que eles cumprem as tarefas pontualmente? Há fofocas sobre colegas? Eles sonham em permanecer na organização ou o que mais querem é sair? O clima é coletivista ou individualista? Enfim, procure saber como esses colaboradores se relacionam e conduzem os processos da sua empresa.
– Pesquisas de clima e avaliações de desempenho, como a avaliação 360º, onde todos os profissionais se avaliam entre si, a autoavaliação e a avaliação de baixo pra cima, onde colaboradores avaliam a gerência, podem te ajudar a compreender um pouco mais sobre a empresa, além do uso de entrevistas e da mera observação.
– Pergunte a si mesmo se sua empresa se orienta por princípios e valores essenciais como verdade, respeito, colaboração, ética. Se esses valores que considera inegociáveis estão claros e alinhados por suas lideranças. E, principalmente, se essas lideranças, por sua vez, são exemplos no dia a dia.

Construa valores sólidos

Na hora de realizar o planejamento estratégico, o líder e gestor pensa em tudo. Define metas, objetivos, estimativas, projeções, processos, entre muitas outras coisas. Acontece que o planejamento também é o momento de definirmos uma coisa muito importante para a organização: os valores, a missão e a visão. Quando isso fica claro, é muito mais fácil coordenar a organização para que ela assuma uma cultura específica.
O próximo passo é comunicar esses valores, alinhar com as lideranças, esclarecer sua prática, educar sua vivência, acompanhar, dar feedback, avaliar…enfim, um longo trabalho pela frente, que muitas vezes é substituído por um quadro na parede. Sim, é verdade, a maioria do planejamento estratégico fica na parede e muitas vezes vira enfeite ou paisagem. A liderança precisa ser o líder multiplicador da cultura e precisa diariamente conduzir a equipe para que pratiquem esses princípios e valores compartilhados.
Os valores podem ser qualificadores que são obrigatórios para qualquer empresa como a ética, o comprometimento, entre outros, mas também podem ser diferenciais, que são justamente o que difere a sua empresa das outras. Um exemplo que podemos citar é o Facebook, que aparentemente adota o valor da isonomia ― todos os colaboradores trabalham no mesmo andar, o escritório não tem paredes, e o acesso a todos é facilitado.
A missão, por outro lado, é a definição do porquê sua empresa existe. Não é o que ela faz, exatamente, mas a sua razão de existir. Um escritório contábil, por exemplo, pode definir como missão o desenvolvimento de microempresas, por exemplo. Por fim, temos a visão, que é onde a sua empresa quer chegar. Voltando ao exemplo do escritório de contabilidade, ele pode definir como visão se tornar um centro de referência na avaliação contábil de microempresas na América do Sul, por exemplo.
Perceba que ao definir os valores, a missão e a visão, o caminho para criar as ações que vão moldar a cultura da sua empresa fica muito mais fácil. Você deve começar pelas lideranças, investindo no seu desenvolvimento e despertando como devem agir para transmitir todos esses importantes aspectos para os colaboradores. Além disso, é fundamental trabalhar no endomarketing. É uma forma de repassar os valores da sua empresa para os próprios colaboradores!
Pronto para assumir as rédeas da cultura da sua empresa? Quer ajuda? Entre no site e mande uma mensagem solicitando uma reunião para mais esclarecimentos.



9 Comments
  1. Copper scrap compounding
    16 de fevereiro de 2024

    Scrap copper analysis Copper profile recycling Metal recycling solutions center services
    Copper cable specifications, Metal reclaiming yard services, Copper scrap environmental best practices

    Scrap metal quality standards, Scrap copper buyer, Copper cable salvage, Metal scrap reclamation solutions

  2. Iron waste management
    16 de fevereiro de 2024

    Metal reclamation and utilization Scrap metal quality control Iron waste repurposing facility

    Ferrous waste reclaiming and recycling, Iron waste recovery, Metal waste repurposing services

  3. Iron waste processing
    1 de março de 2024

    Scrap metal remolding Ferrous material facility inspections Iron scrap salvage

    Ferrous material recycling industry news, Iron scrap reforming, Metal scrap processing plant

  4. Iron material repurposing
    3 de março de 2024

    Scrap metal reclamation services Ferrous material product certification Iron waste collection

    Ferrous material recycling training, Iron and steel waste management, Precious metal recovery

  5. Iron waste disposal facility
    5 de março de 2024

    Scrap metal buyback Ferrous material record-keeping Iron scrap packaging

    Ferrous material monitoring, Scrap iron salvage, Scrap metal reprocessing and recycling

  6. Iron scrap processing machinery
    7 de março de 2024

    Scrap metal reclamation and repurposing facility Ferrous material scrap analysis Iron recovery and reclaiming

    Ferrous metal reclamation operations, Iron scrap material recovery, Scrap metal disassembly

  7. Iron recycling and reclaiming center
    17 de março de 2024

    Metal reclaiming yard services Ferrous material recycling customer retention Iron waste reutilization center

    Ferrous material recycling process improvement, Iron waste brokerage, Scrap metal processing technology

  8. Iron and steel scrapping and recycling
    18 de março de 2024

    Metal scrap treatment Ferrous waste reclaiming and recycling Iron and steel scrapping and recycling

    Ferrous material products, Iron scrapyards, Metal waste repurposing innovations

  9. современный медицинский центр экспертизы временной нетрудоспособности Москва
    13 de abril de 2024

    современный медицинский центр Медицина официальная медицинская справка задним числом купить где купить справку медицинскую от врача в Москве


Deixe um comentário

Related Stories

8 de março de 2017

Como se livrar do medo de dizer a verdade no trabalho

12 de maio de 2018

O que as empresas podem aprender com as mães?

25 de março de 2016

Para que cuidar do clima organizacional?

Arrow-up