Reading:
Focar na qualidade de vida do profissional melhora a produtividade!

Focar na qualidade de vida do profissional melhora a produtividade!

Mônica Santos
9 de novembro de 2016

Não é segredo que profissionais felizes e motivados produzem mais e melhor. O verdadeiro segredo está em descobrir como investir no desenvolvimento da qualidade de vida do profissional. Susan Andrews, coordenadora do Instituto Visão Futuro, acredita que um funcionário feliz é o principal fator de produtividade das empresas. “Quando está feliz, ele faz tudo melhor”, afirma.
Ações e práticas de engajamento focadas em segurança, saúde e bem-estar devem estar no topo da lista de prioridades de quem deseja aprimorar a produtividade de um time.

Benefícios da qualidade de vida no trabalho

O crescimento da produtividade é um dos principais benefícios conquistados com investimentos na qualidade de vida. Soma-se a ele, o desenvolvimento da motivação, do foco, do comprometimento e da felicidade do profissional. Conheça outros benefícios relacionados ao bem-estar no ambiente de trabalho:

  • queda na rotatividade;
  • aumento da energia positiva;
  • diminuição de faltas e abstenções;
  • redução de afastamentos;
  • melhoria das relações intra e interpessoais;
  • desenvolvimento do clima organizacional;
  • fortalecimento da sensação de pertencimento;
  • aumento da autoestima pessoal e das equipes.

Maneiras de investir na qualidade de vida do profissional

O Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de Warwirck, na Inglaterra, divulgou uma pesquisa confirmando que adicionar o fator emocional às relações de trabalho pode ser muito vantajoso para a empresa. O verdadeiro segredo para aprimorar a produtividade está em descobrir quais os melhores investimentos para o desenvolvimento da qualidade de vida dos profissionais da sua empresa. Programas voltados para a conscientização sobre saúde e segurança são algumas das ferramentas que apresentam mais resultados.
Descubra o que você pode fazer para contribuir:

  • desenvolvimento pessoal: investir no autoconhecimento e na transformação pessoal contribui para melhorar a relação intrapessoal e, assim, as relações como os demais;
  • Cuidar da alma da empresa: empresas que alimentam uma cultura de princípios fortalecem a bússola moral interna que orienta as escolhas, posturas, atitudes e comportamentos dos funcionários;
  • exercícios físicos: exercícios simples, como a ginástica laboral, melhoram a disposição, reduzem e o estresse. Além disso, também diminuem as chances de afastamento;
  • treinamentos: desenvolvem as habilidades dos funcionários, aperfeiçoando as atividades e qualificando o trabalho executado;
  • ergonomia: melhora o desempenho e reduz acidentes e doenças decorrentes de hábitos e posturas ruins no ambiente profissional;
  • benefícios: propiciam a satisfação das necessidades pessoais;
  • higiene e segurança do trabalho: fortalece um ambiente mais saudável e seguro garantindo que todos possam executar suas funções sem riscos;
  • estudo de cargos e salários: manter a base de funções e salários atualizada garante que a hierarquia e as remunerações da sua empresa estejam sempre em dia.

Você também pode apostar na tecnologia para te auxiliar a focar na qualidade de vida dos profissionais da sua equipe. O uso do Google Agenda, por exemplo, reduz o estresse com o agendamento de reuniões e facilita anotações e registros. A Coca-Cola se aliou a IBM, empresa da área de informática, para aumentar a produtividade. Toda ajuda é sempre bem-vinda.

Principais vilões da produtividade

Falta de planejamento, disciplina, organização e foco são alguns dos inimigos diretos da qualidade de vida e, por consequência, da produtividade. Para combatê-los é necessário agir sobre a fonte. Se o problema for organizacional, uma revisão das práticas e processos internos precisa ser realizada, agora, se o problema for individual, uma conversa sincera pode resolver facilmente o problema. Por isso, descobrir como motivar de verdade a sua equipe é tão importante.
A inteligência emocional é outro aliado na hora de enfrentar um vilão da produtividade. Segundo o psicólogo Travis Bradberry, a falta de auto-controle é o que impede muitos funcionários de abandonar hábitos nocivos a produtividade.

Foco na atitude produtiva

Atitudes saudáveis, seguras e de bem-estar devem ser incentivadas e colocadas sempre em evidência. Valorize as ações e práticas de funcionários que contribuem ativamente com a qualidade de vida e com a produtividade. Eles se sentirão homenageados e servirão de inspiração para outros. Focar na qualidade de vida do profissional é garantir que ele se sinta mais integrado com a empresa e mais propenso a aceitar o desafio do comprometimento.
Agora que você descobriu a ligação entre qualidade de vida e aumento da produtividade, que tal entender por que a empatia é fundamental para as relações de trabalho?



0 Comments

Deixe uma resposta

Related Stories

30 de maio de 2018

Vale a pena investir em desenvolvimento pessoal em empresas?

Arrow-up