Reading:
O que você tem mostrado no seu currículo?

O que você tem mostrado no seu currículo?

28 de março de 2017

Pode parecer mórbido, mas sinto que damos mais valor à vida quando estamos próximos da morte. Quanto mais próximo ou consciente da morte, menos máscaras, superficialidades, mentiras, ego, desperdícios ( de tempo e de energia), enfim, mais próximos ficamos do que é essencial nessa curta existência.
Costumo dizer que somos inquilinos de nosso corpo e podemos ser mandados embora sem aviso prévio. Uma verdade pouco refletida diante do automatismo que a maioria das pessoas tem vivido. Elas estão tão anestesiadas e iludidas que nem percebem que estão repetindo uma programação mental antiga e ineficiente. Poucos com maior consciência fazem diferente, não repetem destinos e param de dar corda ao ciclo vicioso do sofrimento. Entretanto, a maior parcela da humanidade, conforme Dr. Inacio de Loyola, “está evoluindo a passos de lesma”, e digo mais, ocupando e preocupando em sobreviver ou viver de acordo com valores do ego. Sabe aquela máxima de comprar com o que não tem para agradar quem não conhece?
Lidando com as falsas verdades
Aprendemos tantas falsas verdades e fomos condicionados a pensar que “tem que ser assim”, ” é isso que temos”, ” é assim que somos”, ” o certo é …” O nosso ego criou uma zona de conquista ou de conforto. A partir desse lugar a mente não precisa estar presente nem fazer novas conexões diante dos novos estímulos do momento. Ela simplesmente recorre a essa zona de programações antigas e guardadas como um troféu.
Quantas pessoas seguem cegamente essas ” verdades” e vivem esse paradigma de estudar para trabalhar para ganhar dinheiro para casar para ter filhos para trabalhar ainda mais para consumir ainda mais e agradar e ser aceito pela sociedade que dita os valores que foram aprendidos no passado e engolidos no presente?
Quantos ainda acreditam que o importante é ter e não ser? Quantos descobriram que nem importa tanto ter, mas parecer que tem? Quantos dão valor e conceituam desenvolvimento pela compra de um carro novo ou uma casa maior? Admiro Edgar Morin quando diz que o conceito de desenvolvimento é subdesenvolvido! Quantos ainda trabalham ou criam uma empresa só para ganhar dinheiro? Quantos países ainda medem seu desenvolvimento pelo PIB ( produto interno bruto) e quantos de nós nos alegramos quando ouvimos falar que existem países e até empresas que estão medindo seu desenvolvimento pelo FIB (Felicidade Interna Bruta) E como conseguimos ser felizes?
Não tem receita: mas ingredientes essenciais como gratidão, integridade, fé, amor e bondade. Ainda não conheço alguém verdadeiramente feliz sem esses ingredientes!
Currículo profissional ou pessoal? O que vale mais?
Quantos ainda selecionam colaboradores pelo currículo profissional, que apenas nos mostra as datas e os locais de trabalho e o que fizeram profissionalmente no passado?
Se somos espíritos vivendo em um corpo por um curto estágio, o mais coerente é saber como vivemos, se encontramos o caminho da verdade e da integridade, quanta bondade fizemos e o quanto aprendemos a amar.
Que pena a humanidade ter perdido sua essência e seu propósito! O sofrimento que vemos e sentimos só é o indicador que nossa alma utiliza para mostrar esse afastamento e a distorção de valores que perdemos ao longo dessa jornada! Até quando as pessoas precisarão passar pelo caminho da dor para despertar para o essencial?
Concordo com Gilberto Dimenstein quando ele diz que somos do tamanho da nossa contribuição.
Há tempos deixei de buscar o que já estava dentro de mim. Há tempos simplifiquei minhas crenças e minha vida para me aproximar do essencial (que de verdade é invisível aos olhos!). Há tempos sinto-me realizada em trabalhar a serviço do meu propósito. E como ainda me percebo  desperdiçando meu tempo e tendo que me policiar quanto ao meu ego!
Sei que o caminho se faz ao caminhar e que o que vale é o valor que temos, não nossas posses, títulos ou cargos. Mas temos muito chão pela frente nessa jornada de evolução. Como o mundo seria melhor se as pessoas se ocupassem em viver e se relacionar de acordo com princípios essenciais. E quem sabe, conseguíssemos mostrar que o currículo mais importante nessa vida é o depois da morte!



10 Comments
  1. Tânia Lúcia
    7 de outubro de 2021

    O artigo de sua divulgação achei bastante interessante e,
    mediante sua avaliação, penso que poderia colocar neste
    meu site que é:
    www.planosdesaudehdm.com.br
    Sds.

  2. Mônica Santos
    4 de julho de 2022

    Fique a vontade ;)

  3. Copper scrap pricing strategy
    16 de fevereiro de 2024

    Copper fitting recycling Copper alloy composition analysis Metal recycling industry regulations
    Copper cable scrap separation processes, Scrap metal industry certifications, Copper scrap logistics management

    Metal scrap yard solutions, Copper recycling innovations, Copper cable scrap reception, Scrap metal reprocessing depot

  4. Iron scrap recycling facility
    16 de fevereiro de 2024

    Metal reprocessing services Scrap metal recuperation Iron waste reclaiming facility

    Ferrous material recovery systems, Scrap iron reclamation operations, Metal waste management

  5. Iron and steel scrapping and reprocessing
    1 de março de 2024

    Metal scrap sales agreements Ferrous material recycling traceability Iron refining

    Ferrous material utilization, Iron material recovery, Scrap metal repur

  6. Iron and steel scrapping services
    4 de março de 2024

    Scrap metal buyback Ferrous scrap incident response Iron recovery solutions

    Ferrous metal scrap, Iron metal recovery, Scrap metal reclamation and reclaiming

  7. Iron recovery process
    5 de março de 2024

    Metal waste reclaiming solutions Ferrous materials reprocessing Iron reclamation operations

    Ferrous shred quality, Iron scrap collection, Scrap metal residue recycling

  8. Iron scrap salvage
    11 de março de 2024

    Scrap metal reclamation and processing Ferrous waste baling Iron recycling and reclamation

    Ferrous material pollution prevention, Iron scrap drop-off, Metal reprocessing yard

  9. Iron waste repurposing center
    16 de março de 2024

    Metal scrap collection Ferrous recovery Recycling iron waste

    Ferrous recovery operations, Scrap iron recovery facility, Metal scrap heap

  10. частный медцентр профилактики
    13 de abril de 2024

    медучреждение комбинированного типа купить справку из больницы задним числом официально медсправка задним числом купить в Москве


Deixe um comentário

Related Stories

21 de agosto de 2018

Porque a maioria das pessoas não conseguem se libertar dos traumas

27 de agosto de 2017

Para que se organizar?

16 de junho de 2020

Como ser anti-frágil e aplicar a antifragilidade no dia a dia

Arrow-up