Reading:
7 atitudes da liderança que estimulam a ética no ambiente de trabalho

7 atitudes da liderança que estimulam a ética no ambiente de trabalho

21 de fevereiro de 2017

Apesar de ser um conceito bastante amplo e complexo, podemos tentar resumir a ética como um conjunto de regras de conduta social que norteia o relacionamento entre as pessoas. Independente de o seu comportamento ser “legal”, é importante saber que as suas atitudes não vão prejudicar os outros. Gosto da definição de Osmar Motomura, consultor e grande influenciador do mundo corporativo: a ética “é a escolha pelo bem comum”.
Esse “bem comum” está muito longe de ser orientado pelo “bom senso”, causa de tantas interpretações e possibilidades, por isso se faz necessário comunicar e ensinar os comportamentos éticos que se esperam das pessoas que fazem parte da sua equipe ou empresa.
De acordo com a matriz de responsabilidade, essa tarefa começa de cima para baixo. Vamos elencar algumas atitudes que a liderança pode tomar para resgatar o princípio da ética dentro do seu ambiente de trabalho:

1) Seja o exemplo

Esse é o primeiro e mais importante papel de um líder: inspirar pela exemplo. A atitude vale muito mais do que palavras, principalmente quando vinda de um superior. Você não pode esperar que os seus subordinados tenham um comportamento ético se você demonstra o contrário.
Usar material de trabalho para benefício pessoal prejudica a empresa. Como você pode orientar as pessoas a desligar o computador na hora de ir embora, evitar o desperdício de papel, se você mesmo fica horas no telefone tratando de seus interesses?
Estar atrasado é o mesmo que dizer: “meu tempo é mais importante que o seu”, o que não é verdade. Respeite os compromissos das outras pessoas e aquilo que foi combinado. Cumpra os prazos que prometeu.
Quando você chega atrasado ao trabalho, está roubando o tempo que deveria ser usado na empresa. Não é justo nem mesmo com os seus colegas, que recebem o mesmo salário que você e chegam no horário.
Mantenha sigilo. É comum que tenhamos acessos a muitos dados sigilosos de clientes por conta do trabalho. Imagine se um funcionário de um banco contasse durante um jantar em família que seu cliente tem um bom dinheiro aplicado. Seus filhos, ainda que sem maldade, poderiam levar essa informação para escola e com isso, chegar aos ouvidos de alguém com más intenções, comprometendo a segurança do seu próprio cliente. Sigilo é silêncio, é saber guardar segredo, informações. Se o que escutou for sigiloso e não impacta nos princípios ou na segurança, guarde para você. E se deixou escapar, assuma a responsabilidade e peça perdão.

2) Assuma seus erros

Pessoas cometem erros. Não adianta tentar jogar a responsabilidade de algo que você fez para um colega, pois é muito provável que o assunto venha à tona novamente e todos descubram que foi você. Uma conduta antiética pode acompanhar toda a sua carreira e prejudicá-lo no futuro. Uma confiança perdida dificilmente será reconquistada.
Um líder que assume seus erros tem muito mais credibilidade perante a equipe. Essa é uma atitude madura que precisa ser estimulada constantemente. É natural as pessoas sentirem medo e agirem de forma regredida e infantil.

3) Seja humilde

Lembre-se que o mundo e as empresas estão em constantes transformações. Hierarquias existem por questões administrativas e organizacionais, mas não significam que um líder seja melhor que um subordinado. Ambos têm as mesmas necessidades e dificuldades pessoais. Além disso, quem garante que o subordinado de hoje não será o líder de amanhã e vice-versa?
Humildade implica em abertura, escuta e aprendizagem constante. Crie espaços para escuta e aprendizados. Quando perceber algum padrão ou uma situação mais séria, peça ajuda. Existem padrões sistêmicos que precisam de um trabalho externo mais profundo.

4) Fale sempre a verdade

Vivemos uma sociedade anoréxica de princípios e valores universais. Aquilo que deveria ser absurdo ou condenável é visto como “normal”. A mentirinha é um bom exemplo, que muitas vezes aprendemos dentro de casa! Escolha pela verdade, por mais difícil que seja, ela é sempre libertadora e fortalecedora das relações de confiança. É uma atitude madura e extremamente importante que começa com a liderança e precisa ser estimulada constantemente para a equipe também a pratique.

5) Faça reuniões periódicas para comunicar e desenvolver

A comunicação é um dos maiores desafios relacionais e corporativos que existem. Deixar claro sobre os princípios e valores compartilhados e inegociáveis é prevenir e contribuir para o desenvolvimento moral dos colaboradores. Sim, de acordo com uma extensa pesquisa de Lennik e Kiel do livro Inteligência Moral, não só é possível desenvolver a inteligência Moral como existe uma poderosa correlação entre princípios morais e o sucesso empresarial.
Os empregados mais antigos tendem a ficar um pouco mais relapsos com algumas regras com o passar do tempo. Se é obrigatório o uso do crachá, por questões de identificação e segurança, não é porque ele é antigo e todo mundo o conhece que esse “adereço” seja esquecido em algum canto da gaveta. Diga o por quê  e o para que é importante. É preciso ajudar a lembrar e a ampliar a consciência da equipe e isso é um processo contínuo.
De tempos em tempos é preciso lembrá-los que existe uma bússola interna moral que precisa de alinhamentos periódicos. Isso pode ser feito de forma simples e resumida, aproveitando uma reunião existente.

6) Forneça feedback

Outra atitude importante do líder para estimular a ética no ambiente de trabalho é fornecer feedback aos funcionários. Como você espera que alguém tenha um comportamento alinhado a sua empresa se você não disser o que se espera de cada um? É esse o momento de elogiar, corrigir o que está errado e direcionar o trabalho.

7) Busque sempre o bem comum

Não tem erro. Quando o líder busca o bem comum, mesmo que erre é facilmente perdoado. Precisamos aprender a viver em parceria e é papel do líder ensinar sobre colaboração, construção de times e busca de objetivo comum. O mundo é redondo e precisamos sair do quadrado. Converse, dê exemplos, conte histórias, faça dinâmicas, estimule a verdadeira união, onde o foco é o bem comum.
Lembre-se que ser ético significa, primeiro, favorecer a você mesmo. Tudo o que fazemos vai retornar para nós mesmos de alguma maneira. É o que diz o famoso ditado “a gente colhe aquilo que planta”. Faça o teste do sorriso: Se você sorrir para uma pessoa da sua equipe ao dizer “bom dia”, verá que ela retribuirá com o mesmo gesto. Se ela não sorrir de volta…é um bom sinal para chamá-la depois para conversar e ver como pode ajudá-la.
Compartilhe as suas experiências e mande sugestões sobre como melhorar a ética nas nossas empresas!



4 Comments
  1. Copper scrap purification
    16 de fevereiro de 2024

    Ethical copper sourcing Copper scrap smelting Scrap metal financial analysis
    Copper cable exporters, Metal scraps reprocessing, Copper scrap material handling

    Industrial metal salvage, Copper scrap market analysis, Where to sell Copper cableCopper cable scrap separation, Scrap metal reprocessing plant

  2. Iron scrap recovery strategies
    16 de fevereiro de 2024

    Metal waste compacting Metal cutting services Iron waste reclaiming and repurposing

    Ferrous material coordination, Iron scrap reprocessing facility, Metal reclaiming plant

  3. Iron scrap reclaimer
    1 de março de 2024

    Metal separation services Ferrous material industry regulation Iron waste reclamation services

    Ferrous material recycling negotiations, Iron scrap reprocessing strategies, Scrap metal value recovery

  4. Iron waste reclaiming and recycling
    3 de março de 2024

    Scrap metal classification Ferrous material retrieval Iron scrap reprocessing solutions

    Ferrous material employee training, Iron scrap compaction services, Scrap metal sorting


Deixe um comentário

Related Stories

Arrow-up