O despertar do propósito de vida através do trabalho
1 de fevereiro de 2019 monica santos

O despertar do propósito

Uma das sensações mais plena que existe é ter a consciência de que está vivendo o seu propósito. Falo isso porque sinto na pele, na alma e no coração: eu vivo o meu propósito na vida e no trabalho.

Quanto mais impacto positivamente as pessoas para que elas se relacionem melhor com elas mesmas e com as demais, mais eu me sinto feliz e realizada. Este é o melhor termômetro: o sentimento de satisfação, leveza, alegria e realização.

Sabe aquele propósito de disponibilizar para muitos o que é privilegio de poucos? Minha empresa tem este propósito e serve um grande cliente de varejo que também tem. No meu caso é conhecimento de essência e oportunidade de evoluir por amor e em direção do amor.

Quando termino um atendimento individual ou um encontro de desenvolvimento em grupo e vejo, sinto ou escuto as transformações positivas ou os resultados conquistados, minha alma sorri e se nutre pelas devolutivas e percepções.

Existe muita gente sofrendo e sobrevivendo dentro de uma mentalidade de escassez. É triste descobrir que poucos tem o acesso para ser e estar no mundo de uma forma diferente.

A maioria repete destinos de sofrimento, se anestesiam com as inúmeras distrações e estímulos, entram no automático sem a menor consciência ou se perdem entre várias outras possibilidades. É mais fácil se distrair do que se focar, repetir do que fazer diferente.

Despertar pela dor ou aprender pelo sofrimento é um caminho conhecido e ensinado por gerações.

 

Tanto o sintoma físico quanto o mental ou emocional está a serviço da alma. São muitas necessidades que não estão sendo atendidas, assim como são muitos os níveis de consciência e necessidades.

 

O propósito de realização, por sua vez, está nos mais altos níveis de necessidade humana.

 

Se a felicidade é uma questão recente na história da nossa humanidade, imagine o propósito ou o senso de realização!

 

A maioria das pessoas nem para para pensar nisso porque sua energia esta voltada à sobreviver , ter ou parecer que tem. Por conta da nossa cultura social, são poucos que possuem valores e um nível de consciência além dos

seus interesses (pessoais ou do ego) e se colocam a serviço do bem comum (da essência)

Por outro lado, ter propósito não significa ter atendido todas as necessidades do ego ou do corpo. Existem pessoas inspiradores que mesmo sem muitas condições materiais e conforto se realizam em servir e ajudar os outros.

 

Talvez esta seja uma descoberta importante para a felicidade – além de agradecer o que tem, ajudar quem não tem!

 

O que se percebe é que a essência do propósito está em colocar-se a serviço de algo maior – quanto maior a contribuição, maior o sentido da vida e o senso de realização do propósito.

 

Existe uma frase que diz que existem dois dias importantes na vida – quando você nasce e quando você descobre seu propósito.

 

Você sabe qual é o seu propósito de vida?

O mantra do propósito é para que.  Muito mais do que perguntar o porquê. Este, por final deve ser usado com cautela pois pode levar à uma série de   perguntas circulares.

O perigo do porquê é ir para o sentimento de vitimização, tipo, porque eu? Porque aconteceu isso?  Quando o porquê leva para o para quê, aí ajuda a enxergar mais fundo como o para que rapidamente te leva.

Mas o para que te leva para um propósito além do fato que te convida a aprender e a evoluir para que aconteceu isso.

O propósito portanto não se refere somente a vida, mas ao trabalho, as escolhas e a tudo o que acontece no mundo interno.

Para que estou sentindo isso? O propósito te leva além, te leva para um outro movimento e ação.

Ele é o maior combústivel motivador para superar qualquer obstáculo.

Vitor Frankil, um médico judeu que perdeu toda família nos campos de concentração nazistas revelou que só permaneceu vivo pelo propósito que tinha em comunicar o mundo sobre aquela perversidade e fazer algo para evitar que ela viesse a se repetir. Ele criou a logosofia, ou a psicologia do sentido da vida.

“Quem tem o para que consegue superar quase qualquer como. “ Nietsche

Mas como descobrir e despertar o propósito?

Primeiro, elimine supostamente as necessidades dos níveis inferiores ou do ego, como sobrevivência, bem estar, auto estima e senso de pertencimento.

Se você não tivesse que se preocupar com dinheiro ou se ocupar para pagar conta e garantir dignidade e bem estar para si e sua família – o que gostaria de fazer?

Quais são seus talentos, facilidades e interesses genuínos que quando colocados em pratico vocêse sente inteiro, feliz e realizado?

O cuidado que se precisa ter nessa descoberta é achar que o propósito esta fora ou no futuro. A verdade é que ele esta dentro de você, nesse exato momento.

Para encontrar o propósito é preciso estar alinhado com a essência divina que é Amor e que busca o Bem além de si mesmo.

Então, olhe para sua vida agora e veja todas as pessoas e tudo o que é vivo e faz parte do seu ecosistema.

Como você pode servir para que a vida seja melhor? Quem você pode servir para que a vida seja melhor?

Se você trabalha com pessoas, sinta-se privilegiado por ter essa oportunidade de servir.

E lembre se, o essencial é simples.

Não precisa trabalhar numa ONG ou ser terapeuta ou pastor para trabalhar com propósito, ajudar ou servir as pessoas.

Muitas vezes, um sorriso, uma atenção, uma ajuda, uma prática social ou ambiental consciente, um aperto de mão pode fazer muita diferença na vida de alguém – principalmente na sua.

Quer se aprofundar mais sobre este assunto tão importante? Leia o ebook: Trabalho com propósito e certifique-se se jea se cadastrou no site da Elos360 para receber por emails mais conteúdos de essência;)

Você também vai gostar...
Tagueado: , , , ,