Inveja: Como diminuir o olho gordo na sua equipe - Elos 360
25 de maio de 2017 monica santos

Inveja: Como diminuir o olho gordo na sua equipe

Olho gordo e alma magra. O ambiente corporativo está cheio de talentos, competências, idéias inovadoras e…inveja. A causa principal desse infeliz fato que pesa o clima, intoxica relações e prejudica a própria empresa, é que por trás de tudo isso está o ser humano. E, como é natural em toda pessoa, existe a luz e a sombra.

Mas por que as pessoas sentem inveja e como evitar que ela faça parte da equipe?

A causa da inveja

É muito individual a causa da inveja, assim como sua dinâmica interna, mas no geral a pessoa que sente inveja se incomoda com a luz do outro e deseja ser ou ter o que é do outro, sem lutar ou se esforçar para isso. (ao contrário da ambição despertada pela conquista do outro que aciona a vontade de se esforçar mais e pagar todos os preços que envolvem a tal desejada conquista)

A inveja, por outro lado, se incomoda com o bem e, às vezes deseja também o mal do outro. A boa notícia (se é que se pode dizer assim) é que não é nada pessoal, mas como a parte sombria do nosso ser, é passível de ser trabalhada e integrada de forma mais saudável para a pessoa.

Mas como lidar com a inveja?

O melhor caminho é o autoconhecimento. Conhecer seus incômodos e descobrir suas causas é o primeiro passo. Se esse processo acontecer com a ajuda de um profissional, melhor ainda.

A psicoterapia ajuda a aprofundar nessas questões e revelar outras capazes de trazer luz a essa nossa parte sombria. É muito mais fácil falar do outro que visivelmente demostra seu incômodo com a promoção do colega ou com o elogio direcionado a outra pessoa.

É tão comum, que algumas pessoas passaram tinta branca na inveja para falar abertamente do seu desconforto com o próprio alvo. “É inveja branca dizem”. (tipo daquela que não chega a desejar o mal!).

Mas o processo de ajuda-Iluminação-evolução é olhar para si e entrar em contato com as vezes que sentiu inveja do outro. Você já sentiu inveja? Do quê? Entrar em contato com esse sentimento e assumir humildemente que já se incomodou com a luz do outro, ajuda a trazer luz para a sua própria sombra.

O primeiro passo é assumir e o segundo é buscar e entender a causa. Quando entende o por que se sente inveja, você pode fazer alguma coisa a respeito. Nem que seja ampliar sua própria luz, reconhecê-la para depois perceber que luz com luz é mais luz!

Você já acendeu a luz depois de ficar muito tempo no escuro? Então sabe o quanto incomoda! Fácil é julgar o outro! Entretanto, se quiser ajudar e evitar que a inveja faça parte da equipe seguem algumas dicas:

Feedback individual + perguntas poderosas

Você pode convidar a pessoa que mostrou sentir inveja a olhar para si e buscar reconhecer sua própria luz ou os espaços escuros que precisam ser iluminados. Para isso, existem as perguntas poderosas.

Quando um líder escuta um comentário invejoso de alguém da equipe, é importante que se converse depois sobre isso no particular.

Segue um diálogo exemplo de um gerente fictício chamado Luiz e que tem ótimo vínculo com sua equipe:

– Pedro, ouvi seu comentário sobre o João assim que ele ganhou a eleição do destaque da loja  e me senti muito incomodado, fico triste quando um membro da minha equipe não se alegra com a conquista do outro, você sabe o quanto eu prezo pela união da equipe e gostaria de saber mais do que está acontecendo com você. O que te levou a fazer aquele comentário?

Talvez, Pedro nunca tivesse dado conta da própria inveja. Talvez Pedro nem saiba a resposta, mas as perguntas quando feitas de forma habilidosa, assertiva ou amorosa levam Pedro a olhar para dentro e iniciar um processo de desenvolvimento interno.

Imagine se o gerente tivesse esse outro diálogo:

– Pedro, eu ouvi seu comentário invejoso sobre o João na hora que ele foi eleito destaque e eu não quero saber de pessoas invejosas na minha equipe. Ouviu? Pode parar com isso.

Imagine qual seria a reação e o sentimento de Pedro? Muito provavelmente ele se fecharia e ficaria com raiva também do seu gerente.

Reuniões com Desenvolvimento + reforço de valores

Reservar alguns minutos da reunião em grupo para passar um vídeo de desenvolvimento pessoa, um texto sobre autoconhecimento ou exemplos que reforcem valores como a união ajudam a aumentar a imunidade moral da equipe.

O líder que aproveita e cria oportunidades para falar sobre os valores , elogiar atitudes exemplares de ajuda e alegria pela conquista do outro é muito positivo.

No Magazine Luiza, por exemplo, alguns gerentes mais antigos tinham o hábito de colocar a música da vitória do Sena quando um colaborador ou quando a loja batesse meta. Já presenciei uma outra loja que fazia diferente, as pessoas começavam a bater palma assim que alguém ficava sabendo da notícia e as palmas de espalhavam no salão, ao ponto de alguns clientes começarem a bater palma também sem saber o que estava acontecendo. O clima era uma delícia.

Tocar sino, colocar música, bater palma, qualquer ação de celebração pela conquista do outro e do time contagia positivamente o clima e imuniza os comentários externos da inveja. Ela pode até estar se remexendo dentro da pessoa, mas silenciosa, ela perde força e a pessoa que a alimenta, ou se exclui ou, muitas vezes, o próprio grupo faz esse convite. Uma questão energética de sintonia!

Diálogo Individual + Coaching preventivo

Quando um líder conhece cada pessoa da sua equipe, ele pode descobrir os talentos de cada um e investir no seu desenvolvimento, certo? Muitos colaboradores podem nunca ter tido a oportunidade de se conhecer ao ponto de reconhecer sua própria luz, seus próprios talentos. Sendo assim, elogiar a pessoa de forma sincera e ajudar para que ela brilhe mais é um bom preventivo contra a inveja.

Ainda mais quando se elogia atitudes de reconhecimento espontâneo frente ao brilho ou conquista do colega. Isso é ótimo para o colega, para a pessoa que elogia, para o clima, para o resultado, para todos!

Desenvolvimento Pessoal em grupo

Empresas conscientes sabem o quando vale a pena investir em encontros de desenvolvimento em grupo.

A Elos 360 trabalha com isso há mais de 14 anos. Não só de forma preventiva, quando vai inaugurar uma loja, por exemplo, mas de forma interventiva, quando o clima de uma loja não está bom.

Quando todos da equipe param para olhar para si e resgatar princíios e valores essencias muita transformação acontece! Quando se conhece a dinâmica interna e entende o que está por trás dos conflitos, extenos ou internos, como a inveja, acontece uma amplliação de consciência e de repertório. Não só a pessoa aprende que ela é a maior prejudicada com aquele sentimento ou desejo como consegue aprender novas formas de agir.

Conhece pessoas que falam e desejam mal àqueles que dizem ser “privilegiados”, mas que, na verdade, ralaram muito para estar aonde estão? Estudos de psicologia social revelam que até a cultura que temos alimenta a inveja.

O desafio é grande, afinal, andar na contra mão do que é comum e “normal” não é fácil, mas vale a pena!

Você também vai gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *